Seguidores

Nuvem de Tags

sábado, 3 de abril de 2010

Via Sacra dos Cristos de agora


1ª Estação: Jesus é condenado a morrer na cruz.Nasce mais uma criança na ocupação “Fé em Deus”. Mais um filho da Mãe África vem ao mundo do racismo velado, chamado Brasil.

2ª Estação: Jesus toma sua cruz.Ainda criança, o menino deixa de ser criança. O menino é invisível até que o sinal feche e ele comece a importunar as pessoas nos carros pedindo esmolas.

3ª Estação: Jesus cai pela primeira vez.A criança que nunca soube quem foi seu pai, perde sua mãe, que morre no parto de seu quinto irmão. A rua se torna sua morada.

4ª Estação: Maria acompanha Jesus no calvário.Numa das poucas noites em que consegue dormir aquecido, o menino sonha com sua mãe. Ele mal lembrava o rosto dela. Lágrimas salgadas lavam seus lábios.

5ª Estação: Cirineu ajuda Jesus a se levantar.O menino é contemplado num projeto social. Duas vezes por semana, ao menos, consegue almoçar e tomar banho nos alojamentos do projeto.

6ª Estação:Verônica enxuga o rosto de Jesus.No projeto, o menino se desentende com outro. As pessoas apartam a briga e os levam pra diretora do projeto. Ela os abraça. “Por que também não me expulsou?” Espanta-se.

7ª Estação: Jesus cai pela segunda vez.O menino percebe que já perceberam antes dele que as meninas não o atraem. Agora além de macaquinho, o chamam de veado.

8ª Estação: Jesus cuida das mulheres.Uma pessoa com deficiência estava sendo humilhado por outros moleques. Ele se mete. Tira o rapaz de lá sob vaias, socos, cusparadas e xingamentos.

9ª Estação: Jesus cai pela terceira vez.O menino, do jeito dele, percebe que nesse mundo só tem importância quem tem e não quem é. As drogas o fazem esquecer.

10ª Estação: Jesus é despido de suas vestes.Maior de idade, o menino que nunca teve um nome e sim alcunha, acaba indo preso por latrocínio. O nome que nunca teve torna-se imundo.

11ª Estação: Jesus é pregado na cruz.
Até chegar ao presídio, os policiais molestam o rapaz verbal e fisicamente. Antes de jogá-lo na cela, os policiais avisam os presos que ele é gay. "Violência e estupro do seu corpo"¹.

12ª Estação: Jesus morre na cruz.A cadeia. Imundice. Compactação de gente. Desumanidade. Revolta. Rebelião. Retaliação. Tiro. Menos um.

13ª Estação: Jesus é descido da cruz.Na universidade, chega o corpo de mais um indigente para ser observado na feira de ciências biológicas.

14ª Estação: Jesus é sepultado.Após ser observado na feira - que deixou algumas pessoas enjoadas -, o corpo foi enterrado no cemitério que fica na em qualquer lugar, esquina com lugar nenhum.

15ª Estação: Jesus ressuscita dos mortos.Pedro, o “aleijado” salvo por um rapaz negro e gay que levou porrada e cusparadas para fazê-lo, conseguiu ser acolhido por uma ONG que possibilitou seus estudos. Agora com mestrando em ciências sociais, Pedro batizou seu filho de Jonatans, o nome daquele herói que é sempre citado em sala de aula quando fala sobre solidariedade. Pedro espera, do fundo do coração, que Jonatans esteja num bom lugar.
____________
Imagem: Fonte na própria.
¹ Citação de Faroeste Caboclo, de Renato Russo.

10 comentários:

Jamylle Bezerra disse...

Muito boa a relação entre as histórias! Gostei!!!

Boa Páscoa pra vc!!!!!

Luna Sanchez disse...

Excelente paralelo, Eraldo!

Adoro ler as tuas críticas conscientes, coisa de quem sabe, mesmo, o que diz.

Beijos, boa Páscoa!

ℓυηα

Alline disse...

Realidade contundente.

Um belo domingo pra ti. De Páscoa, de paz.

Beeeeeeeeijo

Tânia Meneghelli disse...

Olá Eraldo!

Caramba, viajou nas paulinisses! Gostei. Faz a gente refletir.

Uma bela Páscoa pra você.

Beijoca!

Sara disse...

Eraldo apenas uma palavra para você..PARABÉNS...boa semana...abraço

[Ananda] disse...

nossa,q história triste,o pior é q existe td isso,e tipo,as pessoas não ligam pras pessoas,mas toda páscoa se lembram da história de Jesus ,falam de amor,e esquecem sempre de oferecer isso ao próximo,acho que são poucos q realmente oferecem isto de coração.
Belo texto moço.Bom,boa semana.Bjs moço ocupado.

Léo Santos disse...

É um via crucis comtemporânea, com a diferença que os herois de hoje em dia depois de mortos não são mais lembrados por ninguém!

Um abraço!

Isolda Herculano disse...

Hum... muito bom o paralelo que você traçou, menino. Já pensei em fazer algo parecido, mas não tive sua genialidade.

Parabéns.

Abraço.
Isolda =***

Eduardo disse...

Que tal enviar para as Páginas Neobíblicas e concorrer as atualizações bíblicas da Agenda Latino-Americana (http://www.servicioskoinonia.org/neobiblicas/). Vale a pena!

Eraldo Paulino disse...

Jamylle: Muito Obrigado!

Luna: Eu adoro tu!

Alline: Mais contundente do que sou capaz de demonstrar.

Tânia: Minhas paulinisses são esquisitas, admito, mas até que as vezes servem pra alguma coisa. Bjs!

Sara: Vindo de você, é mais que um elogio!

Ananda: Aaaah, como tenho saudades de tu!

Léo: É verdade, meu caro. Uma pensa imensa!

Isolda: Nas diferenças compomos a perfeição da humanidade. Se fizer, sei que, como tudo que faz, será fantástico. Bjs!

Eduardo: Até olhei o site, mas me deu preguiça de entender como participar rsrs