Seguidores

Nuvem de Tags

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Uma questão de fé

*Xô xuá cada macaco no seu galho
Xô xuá eu não me canso de falar
Xô xuá cada macaco no seu galho
Xô xuá o seu é em outro lugar
É preciso ter fé para acreditar que Deus existe. É preciso fé pra acreditar que não.
...
Ele poderia estar estudando, mas sai de casa com a Bíblia em punho, no peito um fanatismo travestido de missão, além da empolgação de um cego que recebe o comando de caminhar para o outro lado se não quiser cair num abismo infinito. Ele sobe no ônibus, não pergunta se alguém ali quer salvação, não se importa de estar parecendo (e sendo) idiota, simplesmente recita versículos descontextualizados de uma teologia digna de qualquer manicômio, e começa a pregar que vai pro inferno que não faz o que ele diz, como um piolhento fazendo propaganda de shampoo. Ele desce do ônibus, sem evangelizar ninguém, sem convencer ninguém, sem salvar ninguém. Encosta a cabeça no travesseiro, e dorme satisfeito consigo mesmo. Quem sabe um dia ele acorde.
...

Ele poderia estar namorando, mas senta em frente ao PC e com bastante informações científicas a respeito das contradições da Bíblia e dos pontos falhos das doutrinas opressoras das grandes religiões ele resolve criar um blog para dizer que quem tem fé é burro e quem é ateu é gênio. Se delicia com os fanáticos religiosos nos tempos de retorno ao fanatismo religioso; derruba cada pseudo-argumento. Partilha sua alegria com os amigos ateus, e, sem fazer bem a ninguém, muito menos a si mesmo, ele vai dormir a noite, fazendo uma verdadeira oração ao Deus do orgulho besta.

...

Eu gostaria que respeitassem meu direito de crer ou de não crer, ainda que eu vá pro inferno ou que morra burro. A idiotice de quem distribui violência gratuita para divulgar a própria convicção não deveria nascer do barro, nem do Big Bang.
____________
*Cada Macaco no Seu Galho (Caetano Veloso)

12 comentários:

Batom e poesias disse...

..."E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria"...
(Primeira carta de São Paulo aos Coríntios; capítulo 13)

Nada mais precisa ser dito a não ser que a caridade é o Amor em ação.
Beijos ♥

Rossana

Luna Sanchez disse...

Esse direito é sagrado pra todo mundo, quer acreditem, quer não.

Beijos, lindão.

'Lara Mello disse...

Adoreii! Curti muito, é por textos assim que continuamos a admirar as pessoas :)

Fátima disse...

Oi Eraldo,

Respeito sempre, assim como também o quero.
A fé de pessoas que fazem que ajudam como, Gandhi, Madre Tereza, por ex. é algo muito bonito, mas esses bitolados fanáticos como vc descreveu perfeitamente em teu texto e lamentável.
Livre arbítrio né menino, e façamos nossa parte.

...fã?..eu sou tua..rs
Beijo meu

Paulo Braccini - Bratz disse...

é por aí ... cada macaco no seu galho e respeito é algo primordial na constituição de um SER ...

parabéns querido ... vc é PHODA!

tonholiveira disse...



"FÉ de + esta boca Santa!"

Com todo respeito Eraldo.

Depois do caFÉ vou Яe...(a)zar!

:o)

Diogo Didier disse...

Fé, eita palavra complicada e difícil de ser entendida, aceita e, sobretudo respeitada. Por isso, penso que a ideia é a de explicar que a fé não é algo estanque, e que deve ser vista como um leque, oferecendo escolhas, rotas para aqueles que a procuram...

bjoxxxxxxxxxx querido!

Eduardo Rodrigues disse...

A intolerância, o desrespeito... tudo isso são coisas horríveis. Mas sabemos o mundo que habitamos. Vejo que conflitos são naturais, uma vez que somos todos bichos políticos, bichos ideológico, todos bichos culturais, e no final das contas vivemos numa constante guerra de palavras (como diz o Pink Floyd, naquela música "Us and Them"). É desses conflitos que surgem as transformações, né. Luta de classes, correntes políticas, doutrinas acadêmicas, crenças religiosas, vertentes artísticas... Os marcos surgem dessa camainhada histórica.

É uma dádiva que possamos exercer nossa existência sem infortúnios bobos nos atormentando, sem gentinha incomodada dando pitecos no âmbito íntimo das nossas vidas. Alguns religiosos gritam dos seus palanques, alguns ateus berram de suas cátedras... Fogo isso tudo.

A gente deveria crer é numa fraternidade sem opressões e sem segregações, não importando o nome, mas sim a práxis, eu acho. :/

De repente eu já esteja sendo tendencioso, ahhaha.

Paulo Braccini - Bratz disse...

Estou bem, ainda mais agora q surgiu a possibilidade do problema poder ser solucionado com uma nova cirurgia para estabelecer uma margem de segurança, a ser feita no final do mês, e assim não ser necessário outros tratamentos mais agressivos ... obrigado pela força amigo ... enquanto espero vou dar uma relaxada mental na praia esta semana ... beijão

ps: eu tenho fé e agradeço a intercessão de NS de Nazaré ...

Átila Goyaz disse...

Muito boa a reflexão!

Mirian Oliveira disse...

falaste tudo!!
cada um tem o direito de acreditar naquilo que quer, seja na teoria da criacionista ou evolucionista...
cada um deve ser respeitado pelo que pensa e acredita...
adorei o texto!!!
bjim

Marcio Nicolau disse...

se eu for intolerante com os intolerantes serei tolerado?