Seguidores

Nuvem de Tags

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Postagens Retrô - 9 -> Pessoas... <-

Pessoas...



Era uma vez, no universo das palavras, conversavam num ambiente cheio de reticências dois pontos de interrogação. A dúvida dos dois era a mesma, mas os dois, de modo diferente, tinham muito medo de qual exclamação viria como resposta. Os dois então se debruçaram nos planetas diversos que a palavra proporciona. De repente, eram dois pontos passeando por vários ambientes de dor, sofrimento, alegria, fogo e fantasia. Até que sob a sombra de uma árvore, num paraíso de concreto já bastante escuro, a luz substituiu a palavra, e o que já eram dor, sofrimento, alegria, fogo e fantasia, misturaram-se numa viagem a outros universos de sensações. Sucções de libido e ternura envolveram as interrogações até que a certeza já não importasse mais, ou pelo menos não o suficiente pra modificar a importância de estar ali, fazendo aquilo, falando nada e dizendo tudo o que realmente deveria ser dito.

Vez ou outra, quando acidentalmente pousavam as duas interrogações no mundo dos pobres desgraçados, um chegava a perguntar ao outro coisas como: "Valeu a pena esperar?", "Mas tínhamos que esperar tanto?", "Por que você desorganiza meu coração já bagunçado?", "Porque você é a resposta pra todas as perguntas que nem ao menos perguntei?" Mas então, o mais suave que a rapidez pode ser, eles voltavam a navegar em correntes macias e envolventes de outros nichos, experimentando o que já sonhavam, sonhando com o que não haviam experimentado.

Até que as duas interrogações viraram apenas uma palavra: "tchau". E com a forma que apenas nossos olhos dizem e somente nossos corações entendem, disseram: "até breve"...

14 comentários:

byTONHO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
byTONHO disse...



¡☼!

abraço-tchê-au! ou até...

:(:

Rossana disse...

Adoreiiii!!
Bj =)

Paulo Braccini disse...

E a vida e o SER caminham juntos com suas !!! ??? ,,, e ...

Belíssimo!

Anônimo disse...

e as palavras se encontram...
e as palavras somem...
pq esperamos tanto?
realmente vale a pena esperar?
experimentar novos sonhos...
sonhar com novas experiencias...

é isso q faz ter um sabor especial...
;)
bjs

Michele P. disse...

Nossa Eraldo! Que texto fantástico! Vc sempre surpreendendo!
Li. Suspirei. Reli. Adorei.

Suzana Martins disse...

É moço, vc tira as palavras do fundo da alma e me faz suspirar...

Lindo

Beijos

O Impenetrável disse...

lindo o seu texto, super poético e as escolhas das palavras foram magníficas.

grande abraço.

Valéria Sorohan disse...

Ainda bem que esse romance não terminou com um ponto final. Adoro reticências! Elas permitem a livre divagação da fantasia humana, nos dão o sentido da continuação, nos permitem sonhar...

BeijooO*

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o blog !

É bom ver cada dia que passa mais originalidade nessa Blogosfera
HAHA ;) !

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

www.bolgdoano.blogspot.com

Muito Obrigada, desde já !

Rockson Pessoa disse...

LIndo...

O que mais se pode dizer meu amigo? Perfeito o jogo e a dança dessas palavras que muito tem a dizer para nós!

Abraçoo

Long Haired Lady disse...

ele é a resposta para perguntas que nunca fiz...

Batom e poesias disse...

Eraldo,
De todos os sinais de pontuação, as reticências representam a esperança...

Esse pedacinho do mosaico é o mais bonito e colorido que eu já vi por aqui.

Beijos sem ponto final
Rossana

Eraldo Paulino disse...


TONHO:Até, Tonhão! rs

Rossana: Obrigado, querida!

Paulo: Belíssimo é você, meu caro.

Mirian: Adoro você!

Michele Pê: Tá vendo como eu até consigo ser romântico? rs bjs minha igual!

Suzana: Vindo de você, sempre tão inspirada, fico muito feliz mesmo. Bjs!

Amanda: Obrigado pela visita. Logo logo retribuirei.

Rockson: Obrigado, seu moço!

Long Haired: Que talvez nem faremos. Bjs!

Batom: Fico imensamente feliz que tenha gostado ;)