Seguidores

Nuvem de Tags

sábado, 21 de maio de 2011

BLOQUEAR REDES SOCIAIS NO TRABALHO

Existem muitas repartições e até mesmo instituições de ensino (superior, inclusive) que bloqueiam as redes sociais, sobretudo msn, youtube, orkut, facebook e twitter. Paira ainda em mentes da década passada (rápido, não?) a concepção de que rede social é vagabundagem. Existem colegas estagiários que vivenciam a censura até mesmo em assessorias de comunicação de muitos órgãos governamentais. Eu, naturalmente, sou contra o bloqueio a qualquer site no ambientes de trabalho, da mesma forma como sou contra a proibição de conversas descontraídas entre colegas durante o exercício profissional.

Vamos supor que msn, twitter e companhia também não são fonte de informação imprescindível atualmente. Vamos criar aqui a hipótese de que tem razão os patrões ao achar (porque certamente fazem uso dessa forma) que esse tipo de ferramente só serve para bobagens. Ainda assim seria um equívoco bloquear. Ora, se eu contrato alguém, se eu aceito namorar alguém ou até mesmo se eu aceito vender fiado é porque eu parto do princípio que o outro em questão é confiável.Então, não é bloqueando os minutos que o funcionário pode ter de lazer que vai fazê-lo mais responsável. Se eu contrato alguém, é porque quero ver os resultados. Se os resultados aparecem, o que vai me importar se o cara acessa sites x ou y durante o processo? Há empresas mais espertas instalam programas espiões (o que também não concordo) para monitorar o comportamento dos funcionários sem que estes saibam.

Eu penso que tudo e qualquer decisão na vida deve passar pelo crivo do bom senso. E a menos que se contratem crianças (de quatro anos pra baixo), não vejo sentido em bloquear essas páginas. Seria o mesmo que calar a boca dos funcionários para que não falassem besteira, para que não fizessem piadas, para que não partilhassem informações de vez em quando - das mais sérias as mais simples. E pela lógica, se numa empresa algum funcionário deixar de produzir porque fica usando de forma irresponsável o acesso à internet, quem tem que ser bloqueado na empresa é o próprio funcionário, não os sites em si, porque estes são úteis (de forma lúdica ou não) às pessoas, seja pra ter acesso a informações, seja pra dar uma relaxada durante um momento de tensão, ou mesmo pra não gastar telefone e interromper o trabalho pra saber como a filha está se saindo com os estudos em casa.

Mas o que é mais legal mesmo nessa história, é que as empresas barram as redes sociais para que os empregados produzam mais, para dar mais lucro ao patrão em cima do suor dos trabalhadores, para que depois estes, com o salário injusto (porém legal) que recebem possam comprar celulares que acessem as redes sociais. Resumindo, patrão nosso querer bloquear as redes sociais no ambiente de trabalho é tão eficiente quanto pai exigir que a filha case virgem. Ou seja, o ideal é educar pra fazer da melhor forma possível, porque proibir só nos dá mais vontade de fazer.

O que vocês acham disso?

18 comentários:

Paulo Braccini disse...

Tudo isto só serve para mostrar q, em pleno século XXI, na era de informática, a cabeça e o pensar do Homem continua na idade da pedra ... ele descobre e inventa mas não sabe como usar ... OMG! #comofaz

Valéria Sorohan disse...

Concordo em número e grau. No meu trabalho o acesso é liberado, e não prejudica o empenho de ninguém.

BeijooO*

Alê disse...

Coincidentemente, essa semana, ocorreu isso onde trabalho: bloquearam absolutamente tudo (msn, mail, e redes sociais). Claro que tudo pede bom senso da parte dos funcionários também. Mas são instrumentos que facilitam e muito.

O que era instrumento de trabalho, ou por ser mais rápido e com menor custo como msn, passou a vilão.

(...)

Enfim, estamos engrossando o coro, de que as cabeças de alguns estão no séc. passado

=(


**E partimos pro uso desenfreado do telefone,

Altavolt disse...

Muito bom vc colocar esse assunto em pauta, Eraldo. É um tipo de discussão que a sociedade realmente precisa fazer. Até para que as pessoas passem a usar bem e conscientemente as ferramentas, pois não podemos esquecer que há muitos completamente sem noção por aí. Grande abraço!

SolBarreto disse...

Concordo totalmente e assino embaixo!

Jamylle Bezerra disse...

Não faz sentido algum bloquear redes sociais em ambientes de trabalho. Fico mais chocada ainda qd isso acontece em empresas de comunicação e, acredite, eu já vi isso acontecer!

Bom domingo!

Suzana Martins disse...

NO meu trabalho é tudo liberado e não atrapalha em nada, muito pelo contrário. O twitter, o facebook, são ferramentas do meu trabalho. Acredito que o bloqueio desses serviços pode prejudicas.

Beijos querido

Diogo Didier disse...

Olá amigo!
Meu blog está comemorando 1 ano de existência nessa segunda-feira, 23 de maio de 2011, e por isso pensei em fazer algo especial para homenagear essa data tão importante para mim. Por isso, quero saber o que representa para você a frase “SER FELIZ É SER LIVRE” que encabeça o meu blog. Pode ser um pequeno texto, uma simples frase, uma mensagem, um verso, uma palavra ou qualquer coisa que lhe venha à cabeça.
Por favor, não deixe de participar, pois a sua opinião é MUITO importante para mim.

Bjoxxxxxxxxxxxxxxxx no coração!

O Impenetrável disse...

concordo muito com o seu ponto de vista. realmente essa história de bloquear as redes sociais é uma bobagem. no meu trabalho, por exemplo, é proibido, mas como uso do meu celular, meu emprenho em nada é prejudicado.

abração pra vc e boa semana.

Alline disse...

Tô contigo. Quanto mais se proíbe, mais vontade dá.

Onde eu trabalho não existe restrição, ainda bem! Eu acesso normalmente, só não quando tô com muito trabalho. Aí deixo pra hora do almoço, pra não me atrapalhar a vida.

Beeeeijo, Eraldo!
E uma ótima semana pra ti =)

carikaturARTE disse...



É Proibido Proibir!

Chega de Proi(am)bição!

"Um dia vamos proibir o trabalho..."

℗ → Permitir

:o)

Long Haired Lady disse...

o ser humano padece de querer controlar!

Mirella de Oliveira disse...

Eraldo,
Concordo com cada linha!
Assino embaixo!

Dama de Cinzas disse...

Gostei do post! Eu sou funcionária pública e quando estou no trabalho fico isolada do mundo, lá a internet é para poucos que tem senha e ainda é toda bloqueada.

Obrigada pela visita!

Beijocas

Anônimo disse...

Rede sociais = droga

Voce nao consegue parar de usar, e nem hora de usar.

E atrapalha e muito no ambiente de serviço.

Porque só rola fofoca.

Ismael disse...

Concordo com o seu ponto, no meu trabalho é liberado e o meu desempenho é o mesmo ou melhor. Mas sempre há exceções, eu tb faço a manutenção da rede em alguns escritórios e há empregados que não tem bom senso, dae o empresario pede o bloqueio pq estas pessoas prejudicam as tarefas a ser entregues para os clientes. E o pior de td, o empregado se acha no direito de ter acesso nestas redes sociais e outras paginas.

Anônimo disse...

Aos usuários que estão dizendo que prejudica no desempenho no trabalho eu descordo totalmente. Se facebook é algo que você não usa no trabalho, ou seja, você não vende pelo facebook ou algo do genero. Não vejo porque não bloquea-lo. Tem que bloquear mesmo, se o usuário estiver usando é porque não tem nada pra fazer.

Max Araujo disse...

vamos para os cálculos básicos. Para uma Empresa um funcionário que recebe um salário de R$ 622,00 mês. por 30 dias custa, R$ 20,73 . por 8hs custa R$ 2.59 horas.
Se este usuario passa por dia 2 horas na internet usado a rede social a empresa gasta com ele no mês R$ 155,40. Isso tudo sem impostos! se você contratar uma pessoa para fazer um serviço em sua casa. E pagar a ele por hora R$ 2,59. E no final do dia seu contratado passa no mínimo 2 horas sem fazer nada como você reagiria, chamaria ele atenção ou pagaria seus serviços sem reclamar, tem funcionário que acha que a empresa é uma Lan House!