Seguidores

Nuvem de Tags

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Sobre protagonismo e catálogos...

A juventude está fazendo uma revolução no norte da África. A juventude que, justamente pela influência da internet, das redes sociais, das novas tecnologias, costuma ser chamada de apática, acomodada e superficial hoje em dia é a mesma juventude que usa esses novos recursos pra derrubar velhos modelos na África. A juventude de 1968 não era necessariamente "A tal" porque não eram TODOS os jovens que tinham como sobrenome McCartney ou Hendrix, assim como nem toda a juventude de hoje em dia se renderia a um Mubarak da vida. A história é feita por quem a faz, e os rótulos são apenas guias para as prateleiras e nada além disso.


A juventude de hoje em dia é o quê mesmo?
Depende
 de cada um e cada uma jovem.

15 comentários:

Paulo Braccini disse...

" A história é feita por quem a faz, e os rótulos são apenas guias para as prateleiras e nada além disso.

A juventude de hoje em dia é o quê mesmo?
Depende de cada um e cada uma jovem.

Perfeito isto ...

;-)

Vivian disse...

...apenas mudam-se
as épocas.

as intenções são as mesmas,
porque somos todos UM!

bj

Daniel Savio disse...

Rapaz, as vezes é uma geração bem badeneira e viciada na net, fato..

Fique com Deus, menino Eraldo.
Um abraço.

Adison César Ferreira disse...

Mandou bem, meu querido!

Os tempos mudam. A juventude e o grau de alienação também. Mas generalizar e rotular toda essa geração de alienada é algo tão burro quanto a unanimidade. A generalização seja do que for é a maneira mais supercial de querer se entender um assunto.

Beijos, abraços partidos e aperto de mão!

airlon disse...

o que me dá raiva é que aqui o máximo que acontece é #forasarney no twitter e nada mais...

APS

Hana disse...

A junventude é sempre maravilhosa cheia de energia!! Um beijos pra vc meu amigo!!

Suzana Martins disse...

A juventude, em sua maravilha, luta pela felicidade e pelos sorrisos...

Beijos

Valéria Sorohan disse...

Estou ficando fã desses jovens de hoje. Começam desavisadamente no meio do ocaso da empolgação...e provocam uma revolução.

BeijooO*

[Ananda] disse...

uhu..é nós tentando revolucionar..

Jamylle Bezerra disse...

É fácil criticar e rotular crianças, adultos, jovens e até idosos, mas nessas horas é fundamental lembrar que somos todos diferentes e não podemos apenas generalizar!

Boa semana!!

Jamylle Bezerra disse...

É fácil criticar e rotular crianças, adultos, jovens e até idosos, mas nessas horas é fundamental lembrar que somos todos diferentes e não podemos apenas generalizar!

Boa semana!!

Altavolt disse...

Grande Eraldo,
Em seu post vc contrapõe com belos argumentos o meu último texto. A utilização da Internet pelos povos africanos e árabes, para a derrubada das ditaduras, é interessantíssima e muito bem-vinda. Pena que, no Brasil, a Internet ainda não seja utilizada com finalidades e propósitos tão nobres.
Abraço!

Paulo Braccini disse...

Obrigado pelo carinho querido ... q os amigos aprovem tb ...

bjão

;-)

Alê disse...

Sem união, nada acontece...

Obrigada pela visita, volte sempre.

Vou já te add, e te acompanhar mais de pertinho,


Um beijo

Alê disse...

Sem união, nada acontece...

Obrigada pela visita, volte sempre.

Vou já te add, e te acompanhar mais de pertinho,


Um beijo