Seguidores

Nuvem de Tags

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Se não pode com eles...

Tá certo. Eu estou errado, vocês estão certos. A partir de hoje:

  • Eu vou casar para fingir ter uma estabilidade familiar enquanto minha esposa e eu brincamos para ver quem trai mais e melhor sem ser descoberto. E vamos ter filhos para a TV e a internet tomarem conta enquanto compramos nossa ausência enchendo os fedelhos de mimos que saciem os fetiches incorporados como vírus pelas babás eletrônicas a quem os confiamos solenemente.
  • Eu vou acreditar num Deus que vai me encher de dinheiro se eu começar a só ouvir canções melosas que falem de Deus, passar a viver numa redoma religiosa cercada de verdade por todos os lados  e passar a só ler passagens bíblicas que justifiquem a maldade e a imbecilidade das pessoas contra quem elas não aceitam. E vou dizer que foi o Espírito Santo que agiu toda vez que eu chorar na catarse montada pelo circo da fé nas igrejas e vou crer plenamente que as esmolas que eu dou aos pobres e as gorgetas que dou aos líderes religiosos caem diretamente na minha conta lá no céu.
  • Eu vou começara votar no cara mais arrumadinho, que fale macio, diga que ama os pobres e que saiba contar as mentiras certas que me motivam sem que eu jamais lembre que existem ideologias e que não é pra promover festas e dar esmolas que os políticos são eleitos.
  • Eu vou acreditar que o trabalho dignifica as pessoas, que o meu chefe é o representante de Deus na terra e é por isso que trabalharei para que ele enriqueça mais enquanto eu continuarei fodido.
  • Eu vou sonhar com a mulher ideal, aquela que saia direto da tela da TV, do cartaz do bar, da parede da oficina ou da minha punheta mais bem batida, e acreditarei que ela vai me amar mesmo pobre e feio assim como eu sou.
  • Eu vou fazer agora só aquilo que me dá dinheiro. Vou transformar minhas amizades em clientelas, ao invés de ser namorado vou ser cafetão e ao invés de amar vou vender; No lugar da familia vou por sócios minoritários e no lugar dos sonhos elaborarei uma planilha com projeções de lucro.
  • Vou ouvir só músicas modinhas, assistir e ler coisas com hemorragias de pobres e vestir só, somente só aquilo que algum estilista leso lá da casa do caralho diga que é pra eu vestir.
  • Vou dar porrada no meu filho se o vir andando com um gay, dizer que macumba é coisa do demónio e que espiritismo é coisa de Deus, que homem pode ficar porre mas mulher não pode porque é feio e que em Belém só tem índio e que a gente usa jacaré como transporte alternativo reiteranto sempre e em todo momento QUE EU NÃO TENHO PRECONCEITO!

_________________________

Eu postaria hoje a segunda parte de No Ramal, mas esta postagem já estava programada a um tempinho e eu não lembrava; sexta feira que vem trarei a continuação.

23 comentários:

Rick disse...

Caraleooooooooo, véio!
Tá inspirado, hein?
Ri pacas das ironias...
Tu é ácido!

Abraços!!!!!

Michele P. disse...

Relaxa e goza.

Alline disse...

Se fizer tudo isso você vai ficar deprimido rapidinho...

Beeeeeijo!
Bom sábado, ótimo domingo! ;)

Suzana Martins disse...

Uau!!

meu querido, você é maravilhoso!!!!

É assim né?! Um fingir que a vida é bela!!! Infelizmente!!!

Beijos

***MissUniversoPróprio*** disse...

É...e por mais estranho que pareça. É exatamente de pessoas que agem assim, que o mundo está cheio.

Como se o que importasse não fosse a vida em si.

Beijos, querido. Muito obrigada pelo carinho lá no blog. Bom fds pra ti!

José María Souza Costa disse...

O mais importante sobre todas as coisas, é viver. O resto é aresto e deboche. Parabens pelo blog. Estou lhe convidando a visitar o meu blog, e se possivel seguirmos juntos por eles. Estarei grato esperando por vc, lá
Abraços de verdade

[Ananda] disse...

uai,
se vc fizer isso eu te dou umas cacetadas moço pra ver se endireita.xD
vc é muito bom como é ,sabe,adoro esses seus momentos de ironia,me faz refletir,tenho esses momentos tbm mas não consigo expressar tanto assim.

bom,realmente legião muito bom,é q tô com raiva q vou fazer prova amanhã q não quero fazer e sei lah acho q tô perdida.
o.O
bom,bjs moço;

Antônio Henrique disse...

Olá!Gostei muito dos seus textos:
já sou seu seguidor. vou colocar em meu blog, um direcionamento do
seu link para que através de atualizações eu esteja te
acompanhado. bjos e abraços.

airlon disse...

cara faz tudo, tudo mesmo, pode fazer... mas a 1º frase não, não não nããããããããoooooooo!

APS

Luna Sanchez disse...

Faz e eu te bato.

Com amor,

ℓυηα

(rs)

Renata disse...

que sacanagem nos deixar curiosos mais uma semana com o desenrolar da história...

Mariana disse...

Muito boa,e de uma ´´otima criatividade.
Tenhas um bom domingo iluminado por Deus.

Kelly Criis disse...

ácido demais.
amo seus textos
sou fã \0/
hehehehehe

Nika disse...

Querido, passei pra agradecer sua visita mais uma vez, e o comentário recente. E de cara dizer que ADOREI o texto, como já disseram aqui.. "ta inspirado ein?", muito bom mesmo! bjo :D

Valéria Sorohan disse...

Perfeito seu grito. Lembrei-me de Cazuza: Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Pra essa gente careta e covarde
Vamos pedir piedade
Senhor, piedade
Lhes dê grandeza e um pouco de coragem.

BeijooO*

tonhOliveira disse...



C e H n U t V r A e S
e
T R O V O A D A S

"Ana Raios e Zé Trovôes
trovam a respeito desta
vã "filo só o fiofó..."

:)

Batom e poesias disse...

Eraldo,
Seu estilo explícito e absolutamente franco abala um pouco meu coração estupidamente sentimental.

Me deu uma vontade de chorar... Mas é porque sei que você está absolutamente certo.

Beij♥

Crônicas do Cotidiano disse...

Mas tú tá com a macaca hein?! Ops... Como tú bem disseste: Estás com o jacaré - como naquela música do Nilson Chavez:

"Não queremos que nossos jacarés tropecem em vocês" - Música Mosaico de Ravena.

É meu amigo o mundo é podre desde sempre... Complicado isso, uma vez conversava com um amigo sobre isso, no fim concordamos que as vezes devemos não pensar muito na real situação - não que devemos assumir uma postura alienada, nada disso... Sei lá, fazer acontecer, permitir que a cada dia nos venha uma possibilidade de aprender e renovar a cabeça - porque no fim o mundo vai permanecer essa droga politicamente aceita e sempre teremos aquele nó na garganta quando pensarmos em política. Mas vamos tentando - fazendo o melhor que nos cabe!
Um abraço amigo Paulino!

António Rosa disse...

Eraldo

Já tinha lido o seu post e adorei, claro. E esse é o meu problema ao preparar a sua entrevista no Cova do Urso. Você é um narrador de primeira água e isso acresce responsabilidade.

Muito agradecido por ter ido deixar um abraço na entrevista oa Paulo Braccini.

Abraço, amigo

António

Paulo Braccini disse...

Venho aqui para agradecer todo o seu carinho e atenção lá no Blog Cova do Urso por ocasião de minha entrevista ao amigo Antônio ... Como é bom a gente descobrir estas preciosidades neste mundo virtual ... uma viagem poder compartilhar um pouco de suas emoções e sentimentos aqui no teu espaço ... pelo q já tive oportunidade de ler, um espaço ímpar em riqueza e qualidade ... parabéns ... seguindo e linkando ..

;-)

Fátima disse...

Oi Eraldo

Adoro essa ironia ácida de teus textos. Perfeito!!

Obrigada pelas palavras de carinho.
Beijo meu

disse...

ótimo!

ótimo!!!

Daniel Savio disse...

Rapaz, infelizmente é a um perfil da maioria dos brasileiros, só faltou a parte de gostar de programs inteligente como o BBB...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de sarcasmo.

Fique com Deus, menino Eraldo.
Um abraço.