Seguidores

Nuvem de Tags

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Sabe...? Devaneio 5

Sabe quando você olha pra dentro de si e vê um monte de nada? Sabe quando você começa a achar que se a voz do povo é a voz de Deus, então o Todo-Poderoso só pode ser muito burro? Sabe quando você caminha em direção alguma achando que está no rumo certo? Sabe quando as lágrimas caem naturalmente? Sabe quando você ama e é amado mas não está vivendo esse amor por nenhum motivo que preste? Sabe quando você simplesmente só sente vontade de gritar? Sabe quando você sabe que tudo isso vai passar, mas isso não te impede de neurar? Não?! Mas afinal quem não vive um dia após o outro? Pois é...

_________________
Imagem: Google.

21 comentários:

SolBarreto disse...

Quem nao sabe ainda nao viveu...pois quem nao teve um dia assim? rsrsrs
Adoro o modo como escreve...

***MissUniversoPróprio*** disse...

Toda a complexidade do sentimento faz-se imensamente simples, através de tuas palavras.
Eu sei, bem sei disso tudo.
Mas também espero que passe, sempre espero que passe.

Poucas pessoas têm a coragem de despir sua alma como tu fazes. Admiravelmente lindo.

Beijos e obrigada pela visita e pelo carinho. ;)

Michele P. disse...

Este "eu" retratado, yo desconocia.

"Tenha fé em Deus.Tenha fé na vida. Veja: você tem dois pés para cruzar a ponte..."

Foose disse...

Qual é? Não autorizei vc ficar falando de mim no seu blog!Rsrsrs... Kra, quem nunca viveu um dia desses? Infelizmente basta está vivo! Gosto muito da maneira como vc escreve...


Um grande abraço amigo!

Sil disse...

Há dias que a noite é assim mesmo..

Confusa!

Abs
Sil

Nika disse...

Gostei.. simples e reflexivo. Querido, obrigada pela visita e pelos comentários no meu cantinho. Paz e bem.

Luna Sanchez disse...

Posso dar abraço?

Posso, querido?

Obaaaaaaaaa!!!

Uuuuuupaaaaaaaaaaaaa!!!

* Claro que vai passar...claro que vai.

ℓυηα

Léo Santos disse...

Querido, só tem uma explicação! Tu é poeta, ou escritor, compositor, sei lá, qualquer tipo de arte... "És o avesso, do avesso, do avesso..."

Um abraço!

dear sarah disse...

Sabe quando você se encontra perdido? E muito menos quer se achar?

É... tô meio assim.

Suzana Martins disse...

POis é, tô num dia assim!!

beijos querido!!^^

Luna disse...

essa sensação aí vai e volta. sobe e desce. é tipo uma gangorra. argh.

beijos eraldo!

Hana disse...

Oi amigo meu, sabe tem um belo dia em que a gente precisa neurar, mas de um tempo pra neura ir, tipo 5 minutos, mais que isso, a neura pegajosa já se infiltra dentro da gente, então manda a neura embora, e este conjunto vazio que esta sentindo, prencha com novas esperanças , novos sonho, novas metas e trace diretrizes para que chegue lá , adoro este cantinho, com muito carinho Hana

C. Mantovani disse...

Oi querido! É isso....

Tem um presente pra ti lá...é simples, mas commuito carinho! Bjão

Valéria Sorohan disse...

Nada como começar bem, com esse texto perfeito.

Batom e poesias disse...

Eu sei.
É assim, desse jeitinho mesmo que eu estou.
Sabe?

Não se ausente muito do meu cantinho. Eu sinto saudades...

bj
Rossana

Alline disse...

Eraldo, essa minha fase doida - como a tua - tá passando agora, depois de uns seis meses de agonia interna. Tudo porque surgiu uma novidade que vai mudar e bagunçar tudo, e eu tô adorando.

É um dia, depois outro, e achas a saída do labirinto.

Tô aqui, viu?

Beijão!

so sad disse...

sei de quando se vive um amor e nao se consegue acreditar, de ver que nunca vai ter paz, de ver que tudo é sempre igual...

Suzana Martins disse...

Beijos e ótimo final de semana!!

Daniel Savio disse...

Rapaz, infelizmente, não é Deus que seja burro, mas simplesmente ele deixa a gente aprender com os nossos erros, mesmo que repetimos os mesmos erros por mais de um milhão de vez...

Cara, fiquei curioso, tu é policial (meio que a parte da campanha que tu disse me deixou grilado).

E bom final de semana Eraldo.

Fique com Deus, menino.
Um abraço.

Rick disse...

Sabe quando você lê um blog nota DEZ e encontra um texto que retrata exatamente aquilo que você e a maioria das pessoas já vivenciou alguma vez e que quase ninguém teve a coragem e a grandeza de escrever e publicar?
Pois é!
Acaba de acontecer!

Abraços!!!!!!

António Rosa disse...

Este seu lado metafísico é esplendoroso! Muito bom!. Poesia, sabe? Poesia. Abraço, amigo.