Seguidores

Nuvem de Tags

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Postagens Retrô 11 - Crise Existencial



Entrevista exclusiva de mim comigo mesmo:



Eu: Você é feliz?

Eu mesmo: Caramba! Tinha que começar logo com essa pergunta?

Eu: Resposta errada. Se tivesse respondido de outra forma, acabaria logo com a entrevista (risos). Agora me diga quantas vezes você já tocou sua existência essa semana.

Eu mesmo: Gostaria algumas vezes de fazê-lo menos, mas ouvi muita Legião Urbana em minha adolescência pra não me perguntar ao menos uma vez por dia por que eu vivo nesse inferno celestial.

Eu: Te incomoda conviver com tantas pessoas que são tão diferentes de você?

Eu mesmo: Normalmente não. Mas me magoa a intolerância das pessoas. Sabe, as pessoas costumam colocar uma redoma de proteção com auto falante ao redor de si. Além de se protegerem dos outros exageradamente, ficam escutando initerruptamente uma frase repetindo sempre coisas como"eu sei", "eu posso" "eu estou certo", "só eu...". Isso me deixa depressivo.

Eu: Vale a pena se sentir assim pelas outras pessoas?

Eu mesmo: Pensando rapidamente, sem muita reflexão, a primeira coisa que pensamos é que não vale a pena. No entanto, se eu começar a pensar assim, não serei melhor do que os que critico.

Eu: Mas você não acha que mesmo assim, ao se achar melhor do que os outros, ainda que de uma forma mais eloquente, você também se coloca no mesmo patamar de eusismo?

Eu mesmo: Cara, não acho que seja errado, de forma alguma, pronunciar eu; mas os pronomes pessoais do caso reto são seis, e apenas dois deles apontam pra nossa própria direção. Além do mais, não acho que somente eu penso assim, absolutamente. Do contrário, estaria digitando isso de um manicômio.

Eu: Mas e você, como se sente em relação a si mesmo?

Eu mesmo: O maior genocida da humanidade pela manhã, o salvador do mundo a tarde e a crise do oriente médio a noite. Nem sempre nos mesmos horários, alguns nem sempre no mesmo dia.

Eu: E agora, como está se sentindo?

Eu mesmo: Bem melhor. Acho que já posso começar a ficar pior de novo.

Eu: Muito obrigado pela entrevista. Sou seu fã.

Eu mesmo: Eu que agradeço, mas infelizmente não posso fazer o mesmo elogio a você.
_________________
Hoje também tem uma republicação nos Imputáveis.

16 comentários:

Átila Goyaz disse...

Nada como uma autoanálise né amigo? rs

Daíse disse...

Adorei !!!!!
Me encantei !!!!!
Voltarei sempre!!!!
Bjinhos !!!!

Luna Sanchez disse...

"redoma de proteção com auto falante" é sacada de mestre!

Imagina o quanto gostei disso?

=D

Beijo, seu lindo!

byTONHO disse...



Só TU!

Só...

:o)

EU

Silene Neves disse...

Olá...

Seguindo-te... e vindo aqui sempre que possível.

Beijo e carinho

Sil

Alline disse...

O Eu provoca e dá corda e o Eu Mesmo não se enforca e desfaz os nós!

Só tinha que ser tu, Eraldo! =P

Beeeeeeeeeeeijo

Paulo Braccini - Bratz disse...

o auto conhecimento é algo fundamental ...

Valéria Sorohan disse...

Gostei da auto-análise e deixa eu te falar vc parece comigo, penso igual em algumas coisas.
Um beijooO* estava com saudades de ler vc e agora estou voltando de vez para o meu blog.

Batom e poesias disse...

Não sei qual dos teus "eus" é o mais doido... kkk

"Os pronomes pessoais do caso reto são seis, e apenas dois deles apontam pra nossa própria direção". Adorei isso!
Frase digna de filósofo!

Saudades
Bjs

Rossana

Carlos de Thalisson T. Vasconcelos disse...

Pelo visto, eu acabo de encontrar alguém semelhante a mim, de certa forma.

Interessante.

Rapaz, nós somos poucos, mas precisamos permanecer vivos.
Estou lhe seguindo,
e feliz em ter encontrado
este espaço.

Abraço.

Mirian Oliveira disse...

é esse teu EU... rsrs
sem comentários...
bjim

C.C. Mantovani disse...

Grande Eraldo, sempre poetizando nossos melhores e piores dilemeas de vida!!! Tudo bem contigo??
Tenha um ótimo fim de semana, adoro vir aqui!

beijos

Carlos de Thalisson T. Vasconcelos disse...

Obrigado pela visita.

Estou à espera de novos textos seus.

Um abraço.

O Garoto do Blog. disse...

Legal amigo muito bom mesmo...bom domigo e uma otima semana pra vc...

Sinceramente: O Garoto do Blog.

Paulo Braccini - Bratz disse...

voltando para dizer q sou SEU FÃ!

Marcio Nicolau disse...

somos nossos melhores interlocutores?, me pergunto. Não sei o que respondo.