Seguidores

Nuvem de Tags

sexta-feira, 4 de março de 2011

Galos, Noites e Quintais - Aventura 4

No dia em que minha irmã faz aniversário - por sinal mesmo dia em que minha querida amiga Michele do blog Meus Devaneios - resolvi publicar algo dedicado a ela, minha irmã Iaiá (na verdade é Naiá) que amo tanto.

AGÔ E IAIÁ

Estávamos no pé de biribá, no quintal de casa, Minha irmã e eu, quando apareceu uma vizinha nossa. A menina foi praticamente criada na rua, e pelo fato de D. Fátima não permitir que os filhos saíssem muito para a rua nessa época, os outros achavam que o povo de casa era tudo besta. Ela perguntou se podia apanhar um biribá da árvore e eu disse não - tava puto porque os moleques viviam subindo lá pra roubar a fruta. A menina respondeu de uma forma bem doce, como as crianças costumam responder, algo como "enfia esse biribá no cu da tua mãe então, seu filho da puta", e eu dei outra resposta singela como "eu vou é enfiar é meu pau no teu cu sua fudida do caralho", e nessa troca de carinhos ficamos, eu e minha irmã (até então calada) na árvore e ela ao muro.

Em seguida, minha irmã se meteu na briga. E como toda mulher é mais sensível que o homem, ela disse que se aquela menina não saísse logo dali ia arrebentá-la no soco. Mas a menina já devia ter mais brigas no currículo do que Lyoto Machida e Bruce Lee juntos. Quando eu percebi a possibilidade de do verbo se tornar soco, o medo começou a bater, e as minhas bravatas, digamos, começaram a diminuir. Então, naqueles segundos antecedendo a primeira bicuda, eu comecei a pedir calma pra minha irmã. Só que a Iaiá não é lá muito fã de começar uma briga e não terminar, independente se ganhar ou perder. E eu, digamos, era (?) frouxo que só a porra.

Finalmente aquele clima de tensão a separar o "então cai dentro, seus fodidos" do soco que apertaria o start da porrada foi por mim apaziguado com um estratégico "deixa ela ir, Iaiá. Ela num é doida de vir aqui". E como a coisa não inflamou logo, a menina foi embora despedindo-se com um cordial "Vão tomar no cu, bando de otário". Minha amada irmã ficou chamando ela pra porrada e quase foi atrás dela quando eu a segurei. Pra nossa (minha) sorte não fomos às vias de fato. O fim dessa história doce de minha irmã e eu foram alguns conselhos serenos. "Da próxima vez que tu começar uma briga, vê se tem coragem de encarar, abestado", acariciou-me minha caríssima irmã. Pra minha sorte, ela ainda me livrou de apanhar pelo menos mais umas dez vezes até nossa doce infância acabar.

*Na adolescência, essa menina brigona tomou muito no cu, mas não acho que possa comemorar, porque suspeito que ela gostou, dadas as famosas filas formadas pra isso em construções abandonadas.

**Eu briguei mesmo duas vezes na minha vida (outro dia eu conto). E por incrível que pareça, não perdi nenhuma rs.
______________
Feliz aniversário, mana. Que o Deus da justiça e da verdade que condena ou no mínimo tem pena de quem usa o santo nome pra se esconderem atrás do medo do que é diferente possa te acompanhar em cada batalha que travares na vida, mesmo as que sejam pra ajudarem quem mais precisa - como tantas vezes fizeste por mim.


10 comentários:

Michele P. disse...

Linda homenagem para a mana!
Dá os parabéns por mim.
E óh: fiquei feliz de ser citada aí, tá?
Obrigado!

Beijos

L. Sampaio disse...

Amo o humor das suas histórias hahaha Parabéns para sua irmã.
Beijos e bom feriado.

mirian disse...

se eu fosse tua irmã
diria:
valeu o carinho mano, te adoro tmb!!! e no dia q se meter em uma briga me avisa q eu vou te defender!!!
rsrsrss
tá otimo o teu texto!!
adorei!
dê minhas felicitações pra ela!!!

bjs

Paulo Braccini disse...

Eraldo vc é ótimo mesmo ... parabéns a vc pela homenagem prestada e à mana pelo niver ...

ps: qto à mina, a vida tem disto ... às vezes qdo criança tomamos no cu e gostamos ... kkkkkkkkkkkk

bjão

;-)

Batom e poesias disse...

Que texto delicado e historia mais doce. :D

Que Iaiá seja muito feliz!
bjs

Rossana

tonholiveira disse...



Dá-lhe Eraldo!

"Meu mundo era um quintal,
depois cresci e virou um inferno..."


Felizidadenova pra ELA!

:)

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, fala sério, pois muitas vezes a gente se mte em cada briga, eu por exemplo, já me meti numa brincadeira, na qual a gente usava brita para acertar um ao outro, fato...

Mas parabéns a tua irmã e tua amiga.

Fique com Deus, menino Eraldo.
Um abraço.

Déia disse...

Quero um irmão assim! rs
bj

[Ananda] disse...

eita,q irmãos mais amorosos,e tudo por causa de um biribau (nem sei o qé isso ).o.O

Rick disse...

Eraldo:

Então é hoje o grande dia?
Parabéns pelo seu aniversário!
Que Deus te abençoe e que todos os seus desejos se realizem!
E que este seja o seu melhor ano, o melhor ano da sua vida!

Abraços!!!!!!