Seguidores

Nuvem de Tags

terça-feira, 9 de março de 2010

Semana (disque) da Mulher

Fazendo eco ao discurso do caríssimo Tom Zé, me declaro agora, não feminista, porque já sou do tempo em que feminismo é coisa do passado, e nem machista, porque sobre o macho já foi dito tudo pelo Village People; no entanto, me declaro um escravo das mulheres, com muito orgulho.

A mulher viveu milênios de segregação, e isso se deu até o ponto em que os músculos falavam mais alto do que a foça do pensamento, mas quando um tapa dada sem mão passou a doer muito mais, a mulher foi penetrando por trás dos homens, galgando seus espaços no seco. O homem geme, mas no fundo ele gosta desse terra, porque as mulheres inteligentes dão muito mais tesão aos homens. A maioria dos homens só pensa com a cabeça de baixo, por isso, mesmo as mulheres não muito inteligentes sabem exatamente como dominar a macharada.

Hoje em dia, mais do que nunca, as mulheres casam com os homens ricos e otários bem intencionados, mandam pra casa do caralho os maridos safados, ganham espaço na comunidade científica, religiosa e no mundo do trabalho, e, principalmente, exigem orgasmos múltiplos - antigamente, o homem praticamente ordenava que as mulheres abrissem as pernas, mas hoje em dia, ai daquele que goza antes da mulher.

Há quem diga que as mulheres estão se vingando, aproveitando-se exatamente das fraquezas dos homens que até bem pouco chamavam a mulher de sexo frágil. Há quem veja nisso um processo natural e/ou uma conquista política. Mas eu, tarado confesso, dispenso a metafísica e prefiro me declarar logo um escravo, e torcer para que mais e mais mulheres me usem como queiram.

O Arnaldo Antunes pensa como eu, pelo visto...



8 comentários:

Nara disse...

Essas mulheres estão se aproveitando dos pobres homens...
tsc tsc tsc


ahsuahsuahsuahsasha

Adooro!

Beijo,
Nara

julio miragaia disse...

Parte de mudanças positivas na sociedade esse avanço da mulher. Mas como sou um otimista quanto ao futuro acho que elas podem mais. E podem mais não só elas mas como todos podemos e devemos construir uma sociedade que supere as opressões que existem ainda hoje. apesar de algumas substanciais mudanças nos dias de hoje

Alline disse...

Oi, Eraldo!!!!
Olha eu aqui. ;)
Na minha humilde opinião, as mulheres ainda têm muito que conquistar em todos os setores, de preferência sem ficar querendo se comparar aos homens e assumindo a responsabilidade por seus atos.
A mulherada tem o poder!
E tenho dito.

Besitos

Menina Misteriosa disse...

Homem inteligente também é muito mais interessante! :)


http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

[Ananda] disse...

><

vingança.amei o texto moço,e a menina misteriosa tem razão,homens inteliigentes tbm são bem mais interessantes,e olha temos q dominar mais sim,vamos acabar dominando o mundo.lol

ai,ai,,gostei da aparÊncia do blog.
saudades.bj

Luna Sanchez disse...

O blog está lindo, e o texto, uma delícia (mas tudo o que tu escreve me apetece, então...).

De minha parte, só quero de volta os dengos e privilégios que as doidas que queimaram sutiãs na praça, me fizeram perder. Só isso.

Nunca quis igualdade, pois não somos iguais, e isso é óbvio e claro.

Beijo, beijo, daqueles que alcançam a inspiração (sim, te imitei)

Léo Santos disse...

Tá certo meu querido! Concordo contigo em gênero, número e grau! Esse negócio de feminismo é coisa do passado e digo mais: Temo que no futuro os homens sejam obrigados a criarem o neo-machismo, para evitar que as mulheres mantenham-nos à margem da sociedade, não serviremos mais para o trabalho, nem para chefiar famílias, somente para o sexo, só para isso serviremos!

Um abraço!

***MissUniversoPróprio*** disse...

Uau! Escravo, é? ;)

Bem...eu posso dizer, de minhas próprias preferências, que "nem tão ao céu, nem tão ao mar". ;)

Meu querido, é bem verdade que ando postando pouquíssimo... também sinto muitas saudades de postar e de visitar os blogs de que tanto gosto, como o seu. É que ando numa correria sem fim... ando sem tempo pra nada, correndo pra mudar tudo. ;)

Em breve, quero voltar ao normal.

Obrigada pelo carinho! Beijão!