Seguidores

Nuvem de Tags

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Postagens Retrô - 8

VIA-SACRA DOS CRISTOS DE AGORA







1ª Estação: Jesus é condenado a morrer na cruz.
Nasce mais uma criança na ocupação “Fé em Deus”. Mais um filho da Mãe África vem ao mundo do racismo velado, chamado Brasil.


2ª Estação: Jesus toma sua cruz.
Ainda criança, a criança deixa de ser criança. O menino é invisível até que o sinal feche e ele comece a importunar as pessoas nos carros pedindo esmolas.


3ª Estação: Jesus cai pela primeira vez.
A criança que nunca soube quem foi seu pai, perde sua mãe, que morre no parto de seu quinto irmão. A rua se torna sua morada.


4ª Estação: Maria acompanha Jesus no calvário.
Numa das poucas noites em que consegue dormir aquecido, o menino sonha com sua mãe. Ele mal lembrava o rosto dela. Lágrimas salgadas lavam seus lábios.


5ª Estação: Cirineu ajuda Jesus a se levantar.
O menino é contemplado num projeto social. Duas vezes por semana, ao menos, consegue almoçar e tomar banho nos alojamentos do projeto.


6ª Estação:Verônica enxuga o rosto de Jesus.
No projeto, o menino se desentende com outro. As pessoas apartam a briga e os levam pra diretora do projeto. Ela os abraça. “Por que também não me expulsou?” Espanta-se.


7ª Estação: Jesus cai pela segunda vez.
O menino percebe que não consegue interessar-se pelas meninas como os outros. Agora além de macaquinho, o chamam de veado.


8ª Estação: Jesus cuida das mulheres.
Um portador de necessidades especiais estava sendo achincalhado pelos moleques. Ele se mete. Tira o rapaz de lá sob socos, cusparadas e xingamentos.


9ª Estação: Jesus cai pela terceira vez.
O menino, do jeito dele, percebe que nesse mundo só tem importância quem tem e não quem é. As drogas o fazem esquecer.


10ª Estação: Jesus é despido de suas vestes.
Maior de idade, o menino que nunca teve um nome e sim alcunha, acaba indo pra cadeia por latrocínio. O nome que nunca teve torna-se imundo.


11ª Estação: Jesus é pregado na cruz.
Antes de chegar a cadeia, os policiais molestam o rapaz verbal e fisicamente. Antes de jogá-lo na cela, os policiais avisam os presos que ele é gay.


12ª Estação: Jesus morre na cruz.
A cadeia. Imundice. Compactação de gente. Desumanidade. Revolta. Rebelião. Retaliação. Tiro. Menos um.


13ª Estação: Jesus é descido da cruz.
Na universidade, chega mais um indigente para ser exibido na feira de ciências biológicas.


14ª Estação: Jesus é sepultado.
Após o evento que deixou algumas pessoas enjoadas, o corpo foi enterrado no cemitério que fica na em qualquer lugar, esquina com canto algum.


15ª Estação: Jesus ressuscita dos mortos.
Pedro, o “aleijado” salvo por um rapaz negro e gay que levou porrada e cusparadas para fazê-lo, conseguiu ser acolhido por uma ONG que possibilitou seus estudos. Agora mestrando em ciências sociais, Pedro batizou seu filho de Jonatans, o nome daquele herói que é sempre citado quando fala de solidariedade. Pedro espera, do fundo do coração, que Jonatans esteja num bom lugar.
____________
Imagem: Fonte na própria.

15 comentários:

byTONHO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
byTONHO disse...


Nestle clima , a Garoto, em.bala a droga em ovos marrom (acho’cola’tado...)
Lac.tá a cru$$ificação desta PAI.chão rasteira por J.C.& Cia Ltda.

:):

→ Não esqueça de carimbar “os OVO” (testículos) na chocolataria mais próxima da sua “paróquia”!

Ah! ah! ah! ah...leluia!

Luna disse...

to muito sensivel, tudo me faz chorar, e eu chorei. e é só realidade né, mas da maneira que vc escreveu, lindo.

não foi um final tão infeliz, eu acho.

beijos.

O Impenetrável disse...

Eraldo, muito obrigado pelas suas palavras e por sua visita no meu blog, será sempre bem vindo. Fiquei muito feliz.

Engraçado como nessa época de Páscoa, muita gente, de um jeito ou de outro acaba citando, na forma de cada um, sua visão sobre o assunto, sobre a vida.

Seu blog é muito inspirador, saiba disso. Espero que sejamos amigos blogueiros, e você será adicionado agora no meu blogroll, pois o que você escreve merece ser divulgado.

Abraços!

Paulo Braccini disse...

Belíssimo! Os Cristos de hoje como o de ontem, nunca são compreendidos e sempre são abandonados.

Obrigado querido pelo carinho por lá ... vc já é uma das pessoas importantes de BlogsVille para mim...

bjão

Multiolhares disse...

Muito bem retratado a cruz que tantos e tantos carregamos.
boa Páscoa
bjs

Valéria Sorohan disse...

Adoro suas "paulinisses"

BeijooO*

Long Haired Lady disse...

uma triste e perfeita analogia!

Rossana disse...

Lindo e realmente muito triste esta dura realidade!
Tbém adoro as suas 'Paulinisses'!!
Bj =)

Negação de Irene disse...

a DURA E TRISTE REALIDADE DE TANTOS INDIGENTES QUE HÁ POR AÍ...

Batom e poesias disse...

"Negro" e "gay" não seria problema, não fosse o preconceito velado dessa nossa sociedade hipócrita.
Já, “abandonado”, “indigente” e “presidiário” é muito sofrimento para uma criatura só.

Adoro a sua abordagem sempre criativa.
bjão
Rossana

***MissUniversoPróprio*** disse...

É...me dói ver que estamos a cada dia 'plantando' um mundo mais injusto e desigual.

Obrigada pela visita. ;**

Altavolt disse...

Postagem retrô muito atual. Infelizmente, tudo o que Jesus passou e ensinou, à custa da própria vida, não foi suficiente para conscientizar a maioria dos homens atuais. Humildade,igualdade, solidariedade e preocupação com o coletivo são coisas incompatíveis com o consumismo e egoísmo exacerbados dos nossos dias. O individualismo tem cada vez mais sido pregado pela mídia e pelos governos atuais. É muito mais fácil dominar as pessoas desorganizadas e desunidas, que pensam apenas no próprio umbigo. Abraço, Eraldo!

Shuzy disse...

É... Realidade cruel e fria, mas, no fim, a esperança renasce...

Mirian disse...

uma realidade que por mais que pareça dificil é real....
parabéns pelo texto!
bjs